Expo Shanghai

Elas acontecem desde 1850, em uma época onde não existia a globalização nem internet. Serviam para divulgar a cultura local, criar alianças comerciais e fortalecer a economia dos países participantes. As Exposições Mundiais, ou Expos, como são conhecidas, mostram sua força mesmo na época atual, onde tudo é virtual. Antigamente cada país tinha direito a um stand de alguns metros quadrados, dependendo da “importância do país”. porém, desde Hannover 2000, cada país pode realizar seu próprio pavilhão, com uma metragem pré-determinada, porém com total liberdade para formas e etc.

Na versão 2010 da Expo, em Shanghai, você pode encontrar desde um big toy (MACAU), passando por  porco espinho estilizado (UK), uma casinha de lego (COREIA), uma gamela com um oásis em cima (ARABIA, se não me engano) e versões modernosas e cubistas de Luxemburgo, Portugal e Canadá (que continuam “na crista da onda” da arquitetura). Tentei fazer um grande apanhado via ArchDaily e flickr, mas antes desse post se concretizar, o design milk colocou um apanhado legal também, vale conferir. O inhabitat fez uma seleção dos 6 mais verdes, para quem curte arquitetura sustentável.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s